Educação Financeira, quando começar?

11

Tem idade certa para aprender sobre finanças ou qualquer tempo é tempo?

Qualquer tempo é tempo, no entanto é uma coisa que deveria ser falado desde muito cedo para as crianças, mas não é assunto corriqueiro nas famílias, não está no currículo escolar e sem um preparo essas crianças tornam-se muitas vezes adultos despreparados financeiramente.

Isso é percebido quando chega à época do emprego e muitos jovens não sabem administrar o salário, se perdem comprando tudo o que vê pela frente e sem ajuda de alguém, nunca tem dinheiro e muito menos economizar. Mas por outro lado, nem sempre os pais estão preparados para essa ajuda, uma vez que também não aprenderam controlar o quanto ganhavam e ganham, não tem como dar aquilo que não se tem e todos na casa têm o mesmo hábito.

Há casos de famílias que acabam aprendendo com os próprios erros e mudam totalmente sua forma de administrar o quanto ganham e quanto gastam e essas tem a oportunidade de ensinar aos filhos sobre essa temática. Falar de finanças é uma coisa chata e as pessoas nem sempre estão dispostas a falar sobre esse assunto e vão deixando para depois até que acontece algo e a obriga tomar uma decisão. E quando a família se conscientiza facilita e muito a vida de todos, inclusive das crianças que ao receber uma mesada sabe o que quer fazer com o dinheiro recebido.

Hoje com a facilidade da internet é muito fácil aprender e ensinar os filhos a administrarem bem seu dinheiro e com mudanças de hábitos terem uma liberdade financeira. Mesmo que não haja educação financeira na escola, a família tem um papel fundamental nisso, é usar de didática simples e divertida, com brincadeiras para ensinar os filhos sobre o assunto.
Falar sobre educação financeira para muitas pessoas é um tabu, pois acham não ser algo a ser discutido e que a forma como lidam está certo.

Mas num país com tantos recursos e nem todos tem acesso esse assunto, isso passa ser visualizado de longe pelas pessoas menos privilegiadas e assim na sua ignorância acabam sendo vítimas de oportunidade para os espertalhões que aparecem para tirar vantagem.

Ao ter acesso à educação e a financeira entra na discussão, as pessoas tem os olhos abertos para realizarem o que querem da vida e fazer dela algo totalmente diferente. Ter educação financeira é abrir as portas para um mundo de possibilidades e é começar já!

Helena Abel
Helena Abel da Silva, bacharel em Ciências Contábil, formação como Personal e Professional Coach, Analista Financeira e Contábil e Consultoria. É colaboradora no jornal Folha da Região.