Os Desperdícios e a Economia Doméstica

13

Dizer que há uma crise na economia é fato, no entanto há umas coisas por detrás disso. A responsabilidade das pessoas envolvidas, governos em todas as esferas e a população em geral, com a má distribuição e administração dos recursos e com isso desencadeia falta para uma parcela dessa mesma população. Mas deixando o que é de reponsabilidade do topo da pirâmide, vamos olhar para mais perto onde uma coisa acontece de forma corriqueira, os desperdícios e isso também afeta a economia, inclusive a doméstica.

De que forma ocorrem esses desperdícios?

Ao gastar água sem consciência, como por exemplo: varrer calçada usando a mangueira e não a vassoura, não se atentar com torneiras e caixas de descarga desreguladas, escovar dentes e tomar banho com a torneira ligada, lavar louça e assim por diante. Ao gastar energia com banhos demorados demais e com a temperatura sem regular de acordo com a necessidade, aparelhos todos com o stand by ligado, o uso inadequado do ar condicionado, da geladeira, entre outros. Ao jogar alimentos que estragaram na geladeira, que venceram no armário por não ter um planejamento para comprar. Ao deixar roupas e calçados estragarem e que foram poucas vezes usadas e que muitas vezes comprados num impulso e não serviram.

Então o que fazer e mudar de vez os hábitos?

É preciso que toda família esteja comprometida com as mudanças para então colocar em prática ações que podem e irão ajudar na economia doméstica. Use água e energia de maneira adequada e de forma consciente, verificando o funcionamento de torneiras, caixa de descarga, eletrodomésticos, reutilizando a água da maquina de lavar na lavagem de quintal, limpar a casa, evite pagar as contas com atraso, pois o valor será cobrado na próxima conta.

No supermercado faça lista de compra coloque o que é necessário, no caso da feira, compre somente o que irá consumir logo, evite ir ao supermercado com fome e aprenda e faça reaproveitamento alimentar. Na hora de comprar roupas e calçados, pergunte-se se de fato precisa ou somente quer algo novo, e se for por necessidade, prove antes de levar para casa.

Mas há um desperdício que faz mal a economia doméstica e ninguém se dá conta, desperdício de tempo com coisas sem necessidade e que acabam por prejudicar o orçamento familiar, pois essa falta de tempo não permite que as ações necessárias sejam praticadas e as pessoas continuam no mesmo circulo e não conseguem as mudanças que tanto precisam e assim muitas não conseguem realizar seus sonhos.